single-post

Georgeo cobra explicações sobre atraso em obra de rodovia

13/11/2017

O deputado estadual Georgeo Passos (PTC), líder da oposição na Assembleia Legislativa, usou o grande expediente da sessão plenária desta segunda-feira, 13, para cobrar do Governo do Estado explicações sobre o atraso na obra da Rodovia SE-255, que liga as cidades de Itaporanga, no povoado Aningas, e Itabaiana, na altura do povoado Rio das Pedras. Georgeo mostrou fotos de uma visita que fez para fiscalizar o andamento da obra e apresentou o contrato nº 30/2014, assinado pelo governador Jackson Barreto e a Torre Empreendimentos em 18 de junho de 2014, autorizando o início da a pavimentação asfáltica. O prazo de execução era de 12 meses.  Contudo, mais de dois anos depois da data proposta para a finalização, nenhum trecho de asfalto foi colocado na estrada até o momento. ?Temos aqui uma função muito especial que é a de fiscalização. De saber como estão sendo aplicados os recursos públicos. A obra seria executada em 12 meses. Lógico que sabemos que obras públicas sofrem atrasos em nosso País, mas já estamos com 3 anos de obra e 2 anos de atraso. Isso sem nenhuma justificativa, já que o dinheiro estava disponível desde 2014?, criticou o deputado. Orçada em R$ 58 milhões em 2014, a rodovia SE-255 está entre as obras listadas no Proinvest ? Lei aprovada em 2013 - que autorizou o Governo a contratar um empréstimo de R$ 428 milhões junto à Caixa Econômica Federal que deveria ser utilizado na realização de obras. Na época, o Poder Executivo prometeu a realização de várias ações que trariam desenvolvimento ao Estado. Mas de lá para cá, pouco se viu da utilização desse dinheiro. Em seu pronunciamento, Georgeo afirmou que irá cobrar da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) explicações do porquê desse atraso. ?Não sabemos o que aconteceu, mas encaminhamos ofício para o secretário nos informar quantos por cento da obra já foi feito. Queremos saber em que pé está essa obra e a razão desse atraso. É uma resposta que a sociedade precisa ter do Governo?, finalizou Georgeo.