single-post

Georgeo: ?ninguém quer investir seu dinheiro em uma empresa que está quebrada?

24/08/2017

O deputado estadual Georgeo Passos (PTC) voltou a se manifestar sobre o PLC nº 10/2017, que pretende extinguir o Fundo Previdenciário do Estado de Sergipe (Funprev). Durante o grande expediente da sessão plenária desta quinta-feira, 24, o parlamentar mostrou um vídeo da entrevista do presidente do Tribunal de Contas de Sergipe (TCE/SE), conselheiro Clóvis Barbosa, concedida ao deputado e jornalista Gilmar Carvalho.   Em sua fala, Clóvis mostrou preocupação com o PLC. ?O Estado não criou qualquer tipo de aporte ou condições para que recursos sejam colocados no Fundo?, garantiu. E alertou: ?Se o projeto for aprovado como está, teremos sérios problemas para o Estado de Sergipe?, previu o presidente, em outro trecho da entrevista. O deputado Georgeo concordou com o ponto de vista do conselheiro do TCE. ?Só o Governo do Estado é que está comprando essa briga. O que percebemos é que o TCE, através do seu presidente, deseja o diálogo. Ninguém é dono da verdade. São questões técnicas que precisam ser analisadas. Não temos nada a perder em conversar para que juntos possamos encontrar a melhor solução?, argumentou o deputado. Caso o PLC seja aprovado, o Funprev, regime previdenciário criado em 2008 para os servidores públicos estaduais e que hoje possui cerca de R$ 600 milhões em caixa, será unificado ao Finanprev, fundo mais antigo e que atualmente é deficitário. Georgeo analisou que a fusão do Funprev com o Finaprev significa tirar dinheiro de um fundo superavitário para investir em um fundo deficitário. Para isto, o deputado utilizou uma analogia. ?Quem gostaria de aplicar seu dinheiro em uma empresa que está quebrada? Isso é o que acontecerá com esse PLC: vão gastar esses recursos sem solucionar o problema. Com esse mau investimento, logo mais não haverá dinheiro para pagar nenhuma aposentadoria?, afirmou Georgeo.