single-post

Georgeo: “É um absurdo tirar dinheiro da saúde e educação para aumentar o fundo partidário”

09/12/2019

Na semana passada, a Comissão Mista de Orçamento da Câmara Federal votou e aprovou uma emenda que determinou o valor de R$ 3,8 bilhões para o Fundo Eleitoral do próximo ano. A medida, ainda passará pelo crivo dos demais parlamentares, mas está causando grande repercussão no País.

Inicialmente, a previsão era de destinar R$ 2,5 bilhões para o fundo, mas o relator, deputado Domingos Neto (PSD) propôs esse aumento. O deputado estadual Georgeo Passos, Cidadania, vê a alteração como um absurdo, ainda mais pelo momento de dificuldades financeiras que o Brasil vem enfrentando.

“Vão cortar recursos da saúde, da educação. É um absurdo! Pretendem retirar dinheiro de áreas que já sentem muitas dificuldades para se manter. E isso com o objetivo de injetar esses recursos para serem utilizados nas eleições municipais do próximo ano. Não podemos concordar com isso”, critica o deputado.

Depois de ser aprovada na Comissão Mista do Orçamento, o texto será analisado e votado pelo Congresso nos próximos dias. Georgeo lembra que o próprio presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM), demostrou cautela com esse aumento. “Ele dá a entender que é contrário a essa medida”, analisa.

Georgeo diz que é preciso grande reflexão dos parlamentares sergipanos antes dessa votação e faz um apelo. “É algo que vai mexer com a vida de todos. Que os deputados e senadores sergipanos não concordem com essa medida. Que eles entendam o momento que o País vem passando e não aprovem esse aumento”, solicita o deputado.