single-post

Georgeo pede que governo facilite o cadastro dos sergipanos na tarifa social da Deso

22/04/2020

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), sugeriu ao governador Belivaldo Chagas (PSD), que as exigências feitas pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) para que o cadastro das pessoas na tarifa social do Estado fossem feitas de forma automática, levando em consideração os dados do CadÚnico. Para o parlamentar, essa medida facilitará a concessão deste benefício para mais sergipanos.


“Em Brasília, está tramitando um projeto que visa facilitar a inclusão de mais pessoas na tarifa social de energia elétrica. Acredito que o governador possa fazer o mesmo aqui em Sergipe em relação à tarifa social da Deso. A nossa ideia é que esse cadastro posa ser feito analisando os dados do Cadúnico, aliado ao histórico de consumo e a renda das pessoas. Desta forma, eu acredito que mais pessoas possam ser beneficiadas”.

Georgeo explica que por causa das medidas de proteção exigidas pelo distanciamento social, algumas etapas do cadastro na tarifa social da Deso estão impossibilitadas e com isso, as pessoas não conseguem a inclusão. “Em um determinado momento, o protocolo da Deso exige a visita de uma Assistente Social e isso vai de encontro ao que está estabelecido no distanciamento social determinado pelo Governo”.

“Também temos o fato dos escritórios da Deso não estarem fazendo novos cadastramentos, já que o atendimento está limitado para vazamentos, falta de água, desobstrução de esgoto e pedidos de novas ligações. Por isso, muitas pessoas que tem direito não conseguem entregar a documentação necessária. As exigências do distanciamento social têm que ser cumpridas, nós sabemos. Mas, neste caso, ela impossibilita a inclusão de pessoas realmente necessitadas na tarifa social. Por isso pedimos para a Deso facilitar o cadastro”.

O deputado parabenizou a iniciativa do Governo em conceder três meses de isenção aos sergipanos que já estão inscritos na tarifa social da Deso e disse que desta forma outras pessoas que necessitam da ajuda, mas que não estão cadastradas poderiam também ser ajudadas. “Com essa medida eu acho que a gente ajuda que não conseguiu fazer o cadastro do mesmo modo que o Governo está ajudando quem está inscrito”.

“Neste momento de dificuldade, essa isenção na tarifa de água para as pessoas de baixa renda é muito importante, pois além da garantia da água agora que lavar as mãos é extremamente necessário, essas famílias terão também uma economia que pode ser revertida para a compra de alimentos ou remédios ou mesmo usadas em outras despesas essenciais”.