single-post

Georgeo: “Por que a Secretaria da Saúde pagou quase R$ 8 MI pela compra dos respiradores mesmo após o Consórcio do NE ter pedido a devolução do dinheiro?”

18/06/2020

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) questionou o governador Belivaldo Chagas (PSD) qual a razão para a Secretaria Estadual da Saúde (SES) ter feito um novo pagamento ao Consórcio do Nordeste para a compra de respiradores, após o próprio consórcio ter pedido a rescisão do contrato com a empresa responsável pela aquisição.

Georgeo explica que as tratativas para a compra dos respiradores começaram no início de abril e que o pagamento da compra no valor de quase R$ 49 milhões foi feito logo após a assinatura do contrato. Contudo, por causa da demora na entrega, o Consórcio do Nordeste pediu a rescisão do contrato no dia 13 de maio e mesmo assim a SES enviou dinheiro após o pedido feito.

“Em 06 de abril, se iniciaram as conversas para a contratação da empresa responsável pela aquisição dos respiradores. No dia 08, o contrato já estava assinado e os estados nordestinos fizeram um repasse de quase R$ 49 milhões, sendo que Sergipe havia pago cerca de R$ 5 milhões. Após o pagamento feito e a demora na entrega, em 13 de maio, foi pedida a rescisão do contrato e a devolução do dinheiro e mesmo assim, a SES enviou dinheiro para o Consórcio”.

“De acordo com a ordem bancária 5487, do dia 21 de maio, depois do Consórcio do Nordeste já ter pedido a devolução do dinheiro, o estado de Sergipe anula o processo de pagamento feito em abril e realiza um novo pagamento de quase R$ 8 milhões para o Consórcio do Nordeste”.

O parlamentar agora que saber porque a Secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa fez esse repasse mesmo diante desta situação. “Espero que a secretária Mércia possa explicar o porquê desta negociação. Por que a Secretaria da Saúde pagou quase R$ 8 milhões pela compra dos respiradores mesmo após o Consórcio do Nordeste ter pedido a devolução do dinheiro?”