single-post

Georgeo: “precisamos saber por que as pessoas que morreram no incêndio no Nestor Piva não foram periciadas pelo IML”

16/06/2021

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) protocolou um requerimento nesta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) convocando Victor Vasconcelos Barros, diretor do Instituto de Medicina Legal (IML) para prestar esclarecimentos sobre o motivo pelo qual os corpos das pessoas que morreram em decorrência do incêndio que aconteceu no mês passado, na Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva.

De acordo com Georgeo, a legislação determina que quando uma pessoa não morre de causas naturais, o corpo precisa ser periciado pelo IML, o que não aconteceu no dia do incêndio no Nestor Piva. “Nós sabemos que os corpos das vítimas do incêndio do Nestor Piva foram enterrados sem passar pelo IML. Claro que essa informação era extraoficial, mas agora temos um documento oficial que confirma que não houve perícia do IML”.

“Eu protocolei esse requerimento depois que eu recebi o ofício enviado pelo próprio IML à CPI da pandemia do Senado Federal em resposta aos questionamentos acerca dos laudos dos corpos das vítimas que morreram no dia do incêndio do Nestor Piva e na resposta do ofício, o diretor afirma que não existem laudos, pois nenhuma perícia foi feita nestes corpos, já que o Instituto de Medicina Legal não recebeu nenhum chamado”.

Para o deputado, esta situação precisa ser apurada e investigada. Segundo ele, o diretor do IML deve apresentar as razões pelas quais o Instituto de Medicina Legal não foi chamado para realizar o procedimento exigido em mortes não naturais. “Nós precisamos entender o que aconteceu. Essa situação deve ser apurada e investigada e desta forma o diretor possa nos explicar o motivo destas pessoas terem sido enterradas sem uma perícia técnica”.

“Esperamos que a Mesa Diretora possa pautar já nos próximos dias este requerimento, afinal nós precisamos saber o quanto antes o que realmente aconteceu. É importante dirimir estas dúvidas para que este tipo de situação não aconteça mais vezes. Contamos com o apoio dos colegas para marcarmos uma data próxima para que o senhor Victor Vasconcelos, diretor do IML possa vir nos conceder os devidos esclarecimentos sobre o incêndio no Nestor Piva”.